Eduardo Seraphim

    Eduardo Seraphim

    Catanduva (SP)
    0seguidor0seguindo
    Entrar em contato

    Comentários

    (2)
    Eduardo Seraphim
    Eduardo Seraphim
    Comentário · há 5 anos
    Você tem razão Leonardo, não se muda um país com a bunda na cadeira e o dedo no teclado. Só isso não muda um país. É preciso mais, porém, exceto a revista VEJA e poucos outros veículos de comunicação escrita, talvez esta seja a única forma de lutarmos por mudanças em um país que resolveu, mediante os votos da maioria ignorante conta praticamente o mesmo número dos que trabalham e pagam a conta, assumir rota direta ao fundo do poço. A escuridão que assombra a Venezuela, Cuba e outros países onde o populismo impera, onde não há direitos ou liberdade, é o que querem os atuais mandatários do poder. Lutam diuturnamente por isso. Mentem, roubam e enganam com objetivos que vão além do enriquecimento. Querem perpetuar-se no poder como comandantes da nação, mesmo que esteja destruída. Infelizmente a mentira venceu as eleições. A incompetência ganhou mais quatro anos de desgoverno. A agonia já perdura 12 anos e agora o país tem que suportar mais um mandato dos que, ao máximo, se esforçam para nos destruir. Já está mais que evidente que estes comunistas querem arrebentar com você que trabalha, raciocina, estuda e luta pela família e colabora sobremaneira para o bem comum. Pois é Leonardo, a mídia sufocada e comprada terá que assumir, cedo ou tarde, sua responsabilidade. Não há neste país meio de comunicação mais eficiente que a televisão que atinge em cheio os que precisam ser informados acerca do seu próprio abate. Não o fazem. Se acovardam e punem jornalistas que corajosamente manifestam-se contra a cambada de pilantras que tomou o país de assalto. Não se pode dizer que houve eleições justas quando a mentira venceu. Se não termos os meios de comunicação a proteger a democracia e a ordem, o que nos resta além da bunda na cadeira e dedos no teclado? Deus nos ajude que um dia os que votaram e mantiveram o inimigo no poder, possam nos agradecer pelas horas de trabalho despendidas "no teclado". Quando se fala em golpe militar, os inconformados não estão confrontando um governo que venceu de forma justa, mas um inimigo que mente, rouba, manipula e sabe-se mais o que tenha feito para manter-se no poder. Nossa bandeira é trabalhar duro e honesto para um futuro melhor para todos. A bandeira dos que venceram com mentiras é roubar o que produzimos e perpetuar-se no poder. Alguém tem alguma dúvida?

    Perfis que segue

    Carregando

    Seguidores

    Carregando

    Tópicos de interesse

    Carregando
    Novo no Jusbrasil?
    Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

    ANÚNCIO PATROCINADO

    Outros perfis como Eduardo

    Carregando

    Eduardo Seraphim

    Entrar em contato